www.edifique.arq.br

Construção, Meio Ambiente e Saúde.

Página inicial - Acabamentos

Complementos

Conforto - Infraestrutura

Instalações

Planejamento - Sistemas estruturais

Vedações

Projeto Completo.

Fases e Conteúdo.

Projetos cuidadosamente elaborados, são a condição indispensável para a eficaz realização de qualquer empreendimento relacionado à construção civil, desde uma simples reforma até a execução de complexos edifícios.

Isso, porque permitem, entre outros:

. A execução da obra de acordo com o planejado, e com a qualidade requerida,

. A possibilidade de elaboração e controle de um consistente cronograma físico-financeiro,

. Maior agilidade na obtenção de financiamentos,

. O cumprimento dos prazos previstos,

. O correto dimensionamento e contratação da mão de obra,

. O correto aprovisionamento de recursos,

. O cumprimento de exigências legais,

. As corretas aquisição e aplicação dos materiais, evitando desperdícios e gastos desnecessários,

. A observância das normas técnicas específicas,

. A compatibilidade dos projetos complementares ( arquitetônico, estrutural, hidráulico, elétrico, etc.), e,

. A preservação da memória da obra, facilitando a utilização e manutenção, bem como futuras intervenções durante a vida útil do edifício.

Dessa forma, e para benefício de todas as partes envolvidas, a obra somente deverá ser iniciada, após o cumprimento de todas as exigências relacionadas aos projetos. Modificações no decorrer da construção devem ser decididas com extrema cautela, pois com grande freqüência revelam -se desastrosas. Muitas vezes, alterações aparentemente insignificantes têm implicações sérias em outras partes do projeto.

De acordo com o CREA, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, é a seguinte, a Classificação dos Trabalhos Profissionais de Arquitetura e Construção Civil :

a) Estudos Preliminares: estudos das condições gerais do problema para determinar a viabilidade da solução e o partido a ser adotado.

b) Anteprojeto e estimativa: estudo elucidativo que permita a compreensão da obra ou do serviço planejado, bem como a sua primeira avaliação de custo, apresentado em desenhos sumários, em número e escalas convenientes.

c) Projeto e memorial: plantas, secções, elevações e fachadas, desenhadas de acordo com as exigências dos poderes públicos a que serão submetidas, acompanhadas do respectivo memorial descritivo.

d) Detalhes de execução: desenhos em escala conveniente de todos os elementos da obra ou serviço, necessários à exata execução técnica ou artística e à coleta de preços, para sub-contratos, compreendendo: desenhos de execução de todos os elementos de planta e fachada, com as respectivas elevações e cortes, incluindo todos os acabamentos de alvenaria, paredes leves, escadas, revestimentos, capeamentos, coberturas, remates, etc., com indicações da estrutura, das instalações e do equipamento; detalhes de serralharia, carpintaria, marcenaria e vidros; desenhos de execução de todos os elementos, como sejam caixilhos, corrimãos, lambris, móveis fixos, divisões, balcões, etc., com as respectivas seções típicas, em escala natural ou conveniente, e a especificação dos materiais e acabamentos, incluindo relação e especificação das ferragens, vidros, etc.; detalhes para pintores, escultores e paisagistas; indicações para execução de murais, relevos, esculturas, jardins, etc., previstos no projeto; relação de equipamento, compreendendo aparelhos sanitários e de iluminação, elevadores, bombas, incineradores de lixo, etc., incluindo desenhos de execução do equipamento de tipo especial.

e) Projetos complementares: esquemas e desenhos das instalações elétricas, hidráulicas e mecânicas, tais como luz, força, telefone, gás, água, esgoto, elevadores, etc., com pormenores para a perfeita execução.

f) Projetos estruturais: estudo, cálculo e desenho de fundações, concreto armado, infra-estruturas e super-estruturas em geral, compreendidas ou delineadas no projeto ou, ainda, que venham a ser exigidas pelos poderes públicos para sua aprovação.

g) Especificação, orçamento, e programação técnica e financeira: descrição completa da obra ou serviço, com indicação das qualidades do material, das condições técnicas de execução e de todas as informações que não constem do projeto, mas necessárias à elaboração do orçamento, o qual é uma relação das quantidades de todos os serviços a executar, multiplicadas pelos preços unitários correspondentes, de forma que sua soma represente o custo provável das obras.
Programação técnica e financeira são, o estudo das etapas de execução que venham a ser exigidas pela técnica, pelo financiamento e pela duração dos trabalhos.

h) Levantamento de edifícios e instalações (as built): compreende os desenhos de plantas, cortes e fachadas, com medidas tomadas no local, feitos em escala igual ou maior que 1:200, e

i) Coordenação e supervisão: supervisão dos trabalhos a cargo dos especialistas, visando a coordenação de todos os elementos do projeto, incluindo a estrutura, as instalações elétricas, hidráulicas e de ar condicionado, tratamento acústico, etc.




Veja ainda:





powered by FreeFind


www.edifique.arq.br
Fale conosco: edifique@edifique.arq.br
Copyright © 1999 [edifique - um sítio de internet com conteúdo]. Direitos reservados.